7 de nov de 2014

PROTAGONISMO NEGRO É TEMA DE PALESTRA DE JHONATAS NA ESCOLA GENTE MIÚDA

Na Escola Municipal Gente Miúda, no dia 06 de novembro, Jhonatas Monteiro (PSOL) discutiu o protagonismo da população negra na história brasileira, como parte das atividades desenvolvidas na instituição em torno do dia 20 de novembro enquanto data nacional da consciência negra. Dessa forma, Jhonatas levantou questões sobre a visão que se tem sobre o negro no Brasil e a importância da população negra na formação do País, ressaltando o processo secular de resistência negra relacionado à chamada “Diáspora” – A vinda forçada de milhões de africanas e de africanos, de diferentes povos, para a escravização na América. Nesse sentido, Jhonatas afirmou que a reflexão sobre o assunto interessa não apenas como compreensão do passado, mas especialmente como ferramenta para enfrentar o forte racismo que marca a sociedade brasileira hoje. Assim, dialogando enquanto negro, Jhonatas questionou “Qual a visão sobre nós? Para além dos tradicionais destaques, como Zumbi dos Palmares, o quanto conhecemos da nossa história? Além da música e do esporte, quais os destaques?”. A partir desses e outros questionamentos, Jhonatas citou uma série de personalidades negras em geral pouco conhecidas, destacando a figura do poeta feirense Aloísio Resende. Dessa forma, apontou a necessidade de “Perceber o quanto desconhecemos” para situar adequadamente “como somos importantes”. Jhonatas ainda respondeu a uma série de perguntas sobre diversos pontos relativos ao assunto, como o racismo na abordagem policial ou as cotas raciais nas universidades, feitas pelo público formado por professoras, estudantes e familiares.


Ascom PSOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário