3 de mar de 2011

Moção de apoio aos companheiros do CDVDHA que sofrem ameaça de morte no Maranhão


A última Lista Suja do Trabalho Escravo, publicada pelo Ministério do Trabalho e Emprego, divulgada no dia 5 de janeiro deste ano, coloca o Maranhão como o estado com o segundo maior índice de número de empregados submetidos a trabalho análogo à condição de escravo, e o campeão em exportação de trabalhadores resgatados em outras unidades da federação, principalmente no estado vizinho Pará.
Frente a essa situação de extrema violação dos direitos humanos o CDVDHA tem travado um luta constante e denunciado o trabalho escravo na região, que destrói a vida de milhares de trabalhadores rurais no Maranhão. 
A atuação corajosa e determinada dos trabalhadores e trabalhadoras, bem como dos  militantes em denunciar os seus algozes, deu ao CDVDHA reconhecimento nacionalmente, mas também auferiu inimigos poderosos como fazendeiros e políticos alinhados ao coronelismo escravocrata, os quais têm ameaçado sistematicamente de morte ativistas do CDVDHA.
Frente as nefastas ameaças aos companheiros militantes do Centro de Defesa dos Diretos Humanos e da Vida de Açailândia, as diversas entidades abaixo relacionadas vêm expressar publicamente solidariedade aos companheiros defensores dos direitos humanos, dentre eles Antonio Filho, o advogado   Nonato Masson e o membro do setor de comunicação do MST Reynaldo Costa, ambos organizadores do Atlas do Trabalho Escravo no Maranhão.
Assim, na tentativa de expressar nosso posicionamento destacamos a partir desta moção que:
§     Repudiamos qualquer tentativa por parte do Governo do Maranhão em escamotear esta situação, quer seja pelo fato de estarem envolvidos políticos e magistrados ligados às esferas de poder político e econômico, quer seja pela falta de estrutura adequada para averiguar e dar proteção aos trabalhadores e defensores dos direitos humanos.
§       Repudiamos as propriedades que estão ilegalmente dentro da Reserva do Gurupi, que comentem duplo crime ao permanecerem em uma área de preservação ambiental e ainda manter trabalhadores (as) em situação degradante e às vezes ceifando suas vidas de forma hedionda.
§       Apoiamos integralmente os companheiros do CDVDH que vêm sendo ameaçados de morte, bem como todos os trabalhadores (as) que têm denunciado e corajosamente resistido ao poder da violência no Maranhão.

 Assinam:
CENTRO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO TRABALHOR RURAL - CENTRU
MOVIMENTO INTERESTADUAL DAS QUEBRADEIRAS DE COCO BABAÇU - MIQCB
MOVIMENTO DE CURSILHOS
ASSOCIAÇÃO DOS CATADORES DE MATERIAL RECILCÁVEL DE IMPERATRIZ
ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE APOIO AS COMUNIDADES DE BASE
ASSOCIAÇÃO DOS ARTESÃOS DE IMPERATRIZ - ASSARI
FABIO MACHADO - DEFENSOR PÚBLICO DO ESTADO
FÓRUM MUNICIPAL DE ECONOMIA SOLIDÁRIA DE IMPERATRIZ
CENTRO DE ESTUDOS BIBLICOS - CEBI
FÓRUM PERNAMENTE DE CULTURA DE IMPERATRIZ
PSOL MARANHÃO
CIMI MARANHÃO
COORDENAÇÃO E ARTICULAÇÃO DOS POVOS INDIGENAS DO MARANHÃO -COAPIMA

POR FAVOR, ASSINEM E DIVULGUEM

Nenhum comentário:

Postar um comentário