10 de set de 2011

PSOL Salvador esclarece decisão do DNPSOL de rejeitar filiação de Rose Bassuma

Esclarecimentos sobre a decisão do Diretório Nacional do PSOL de rejeitar filiação de Rose Bassuma

Diante de notícias desencontradas divulgadas a respeito da não aceitação da filiação de Rose Bassuma ao PSOL, esclarecemos o seguinte:

1- Na votação do Diretório Nacional (DN) do PSOL, reunido em São Paulo nos dias 3 e 4, o resultado da votação foi o seguinte: 27 votos contrários à filiação, 13 abstenções e nenhum voto favorável à filiação.

2- O posicionamento do DN foi provocado pela Executiva Municipal do PSOL de Salvador, que também já tinha recusado a sua filiação. Esta posição do DN era necessária, estatutariamente, por ela ser uma das principias expressões públicas e eleitorais do grupo político do qual faz parte há alguns anos.

3- Nenhuma instância do partido aprovou a sua filiação de modo regular, nem por maioria de seus membros.

4- Todo o processo da suposta filiação de Rose Bassuma ao PSOL foi irregular e ilegal. Portanto, ela nunca esteve regulamente filiada ao partido. Neste sentido, não é verdade que o DNPSOL a tenha “desfiliado”. Apenas considerou que ela não estava filiada e não aceitou o seu pedido de filiação.

5- Os motivos foram políticos, por suas posições conservadoras e alianças diversas de seu grupo político, desde que esteve em outros partidos, com forças políticas da direita baiana e nacional. Seu grupo político se aliou e apoiou José Carlos Aleluia (DEM) para o Senado e José Serra (PSDB) para a presidente no seguindo turno. Sua campanha eleitoral recebeu apoio financeiro de empresários bem conservadores. Fatos que são de conhecimento amplo da opinião pública baiana. Queremos o crescimento do PSOL, porém, não a qualquer preço e quebrando princípios ideológicos. A recusa em filiá-la não baseia-se nas suas convicções religiosas. Nossa divergência situa-se centralmente no campo da política. Rose Bassuma e seu grupo aliaram-se no processo eleitoral recente ao que existe de mais conservador na política baiana.

6- Como se pode ver no resultado da votação do DN, é muito grande a não aceitação de sua filiação. A Direção Nacional do partido já está tomando as providências para que este assunto seja encerrado. Portanto, não se deve esperar qualquer mudança na posição do partido sobre esta questão.

*Hamilton Assis – Presidente do Diretório do PSOL de Salvador e Membro do Diretório Nacional
_________________
Pedimos divulgação por e-mails e nas redes sociais.

Faça parte do perfil: Facebook - Página 50

Nenhum comentário:

Postar um comentário