1 de jul de 2012

Candidato a prefeito do PSOL Feira de Santana rejeita coligações e sai com uma candidata a vereadora - Por Jornal Folha do Estado

Vamos discutir projetos alternativos de interesse social | Autor da foto Gleidson santos
 
Jonathas parece não está preocupado com coligações como seus adversários.
O candidato a prefeito de Feira pelo PSOL, Jonathas Monteiro, em entrevista concedida ao Jornal Folha do Estado afirma que sua motivação para a disputa do pleito está em democratizar a cidade e inserir nela projetos alternativos, ausente no município em seu ponto de vista. De acordo com o candidato, o executivo deve atender aos anseios da maioria da população e não voltar-se apenas para os interesses de pequenos grupos.

Jonathas parece não está preocupado com coligações como seus adversários. Segundo ele, os partidos políticos que o PSOL costuma fazer alianças nacional não existem na cidade, que são o PSTU e PCB, portanto o PSOL não fará coligações. “Não é o caso de Feira de Santana o PSOL fazer algum tipo de coligação. Sairemos sozinhos neste pleito. Ao contrário de outros candidatos, não estamos preocupados com o tempo da TV ou o apoio material”, afirma.
Como o PSOL terá um curto tempo na TV, o candidato entende que há outros mecanismos de propaganda eleitoral. “Não é só a televisão que temos pensado como instrumento de chegar à população. Há as mídias sociais e o trabalho corpo a corpo que acredito ser um elemento principal de uma candidatura que pretende chegar às pessoas. Muitos podem discordar daquilo que nós defendemos, mas uma das principais missões do partido é fazer com que as pessoas conheçam aquilo que o partido defende”, expõe Jonathas.
Há também o interesse do partido em eleger uma vereadora na Câmara. Chapão não irá acontecer com o PSOL. “Nossa estratégia é diferenciada. Vamos ter apenas uma candidata, que tem um processo de luta ligado à políticas públicas para mulheres, e entendemos que assim podemos qualificar e ampliar o debate. O papel do legislativo é propor medidas de fiscalizar o executivo e não ser conivente com ele”, pontua Jonathas.

Veja também:
_________________
Pedimos divulgação por e-mails e nas redes sociais.

Faça parte do perfil: Facebook - Página 50

Nenhum comentário:

Postar um comentário