10 de ago de 2013

NO ANIVERSÁRIO DO CHÁ DE CONVERSA E SOM JHONATAS DISCUTE CULTURA E EDUCAÇÃO


O tema “Cultura e Educação” foi o escolhido para marcar a edição do primeiro aniversário do Chá de Conversa e Som, no dia 25 de julho, oportunidade em que Jhonatas Monteiro (PSOL) foi um dos convidados ao lado de Bel Pires. No evento descontraído, abrigado no espaço da Cidade da Cultura, Jhonatas enfatizou a educação escolar e os desafios colocados a ela pela cultura. Nesse sentido, apontou que embora desde a década de 1980 a escola tenha sido crescentemente acessada pela maioria da população não houve uma efetiva democratização da educação, mas uma “massificação” desacompanhada de investimentos à altura das necessidades e sem construção de uma proposta educacional condizente com o perfil dos novos estudantes da escola pública. Para Jhonatas, esse cenário se coloca também como um desafio cultural, pois remete à necessidade de olharmos “de frente” para nossa cultura para efetivamente construir um projeto escolar condizente com a realidade brasileira. Jhonatas destacou duas questões importantes nessa perspectiva: a atenção aos aspectos orais da chamada “cultura popular” e a difícil incorporação no ambiente escolar das várias expressões culturais negras e indígenas. Além da condução questionadora de Bel, a noite contou também com o som do cantor e compositor Marcionilio Prado. O Chá de Conversa e Som é um bate-papo organizado regularmente pelo artista plástico e percussionista Gabriel Ferreira, pelo historiador e mestre de capoeira angola Bel Pires (Grupo de Pesquisa Populações Negras/UNEB), pelo comunicador Elsimar Pondé (Rádio Subaé e TV Olhos D’Água) e pelo mestre em cultura popular Asa Filho (Cidade da Cultura).


Ascom PSOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário