6 de ago de 2013

NO BANDO ANUNCIADOR, PSOL CRITICA PRIVATIZAÇÃO DA SAÚDE



No último dia 7 de julho, o PSOL esteve ao lado do povo de Feira de Santana em uma das mais significativas festas populares da cidade, o Bando Anunciador da Festa de Senhora Santana. Depois de ser proibida autoritariamente em 1987, a festa, que tradicionalmente levava milhares de feirenses às ruas, voltou a ocorrer em 2007 através de iniciativa do Centro Universitário de Cultura e Arte (CUCA) e da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). O Bando Anunciador, como é mais conhecido, seguindo a tradição dos festejos populares de rua, a cada ano tem contado a participação cada vez mais ampla e diversificada do povo feirense, levando um grande cortejo às ruas da cidade composto por charangas, bandas de metais e de percussão afro, fantasias e protestos. Mais uma vez o PSOL de Feira participou do Bando Anunciador, nessa oportunidade trazendo de forma lúdica um questionamento à precarização e à privatização da saúde pública. A intervenção do PSOL buscou, de modo irreverente, chamar atenção sobretudo para o caso da recente tentativa do governo estadual de privatizar o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), medida que precarizaria as condições de trabalho na instituição e não resolveria os graves problemas ligados à falta de recursos do Hospital, mas buscou dar visibilidade também ao “loteamento” político dos postos de saúde dos bairros pelos vereadores e cabos eleitorais do município, problema que criminosamente tornar ainda pior o acesso da população ao seu direito à  saúde pública.


Ascom PSOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário