1 de mai de 2014

HOJE É DIA DE LUTA!

Ao invés de lutar por mais direitos, hoje a maioria das centrais sindicais está apenas festejando com shows e sorteios de “brindes”. Embora o lazer também tenha um lugar no mundo do trabalho, o problema é que esses festejos têm sido utilizados para esvaziar o significado histórico do 1º de maio. Afinal, o que realmente festejar nesse 1° de Maio? O que de fato comemorar? A princípio não temos muito que comemorar, pois a exploração e a opressão continuam sentidas na pele pelos trabalhadores e trabalhadoras – mesmo a reivindicação de reduzir a jornada de trabalho semanal de 44 horas para 40 horas é vista com absurda pelo empresariado. Assim, o que já foi conquistado foi fruto de muitas lutas dos trabalhadores ao longo dos tempos. Não à toa, há tantas lutas acontecendo: como a dos garis do Rio de Janeiro que fizeram uma forte greve à revelia do sindicato pelego; no exemplo dos professores que têm protagonizado um duro embate contra os governos descumpridores do piso nacional salarial; dos servidores públicos federais que lutam contra a precarização dos serviços públicos e por valorização profissional; nos trabalhadores da construção civil e suas lutas por melhores salários e condições dignas de trabalho nos canteiros de obra; na resistência dos trabalhadores populares e informais à repressão dos governos que querem retirar seu meio de sobrevivência sem oferecer alternativa. Portanto, para o PSOL, esta data é mais que um feriado porque simboliza a história de nossas lutas por melhores condições de vida e para transformar a sociedade.
1° de Maio é dia de luta!
Conte com o PSOL nessa luta!

Direção Municipal do PSOL

Feira de Santana, 1º de maio

Nenhum comentário:

Postar um comentário