14 de jul de 2014

JHONATAS, SIDINEA E MILITÂNCIA DO PSOL FEIRA NO BANDO ANUNCIADOR

O PSOL Feira, mais uma vez, marcou presença no cortejo do Bando Anunciador, originalmente festejo popular que antecedia as festas em homenagem à padroeira do município, Senhora Santana, até ser proibida pelo clero católico no final da década de 1980. Hoje, com o crescimento da adesão popular desde a iniciativa de sua retomada em 2007 pelo Centro Universitário de Cultura e Arte (CUCA), o Bando tem sido uma manifestação cultural que expressa de maneira bastante peculiar e irreverente parte das alegrias e tristezas do cotidiano feirense. Na ocasião, no último dia 13 de julho, o candidato a deputado estadual, Jhonatas Monteiro; a candidata à deputada federal, Sidinea Pedreira; bem como várias outras pessoas afinadas com a militância do PSOL, trouxeram às ruas da cidade algumas das temáticas que ainda carecem de mais visibilidade na sociedade feirense: o encaminhamento autoritário do projeto do Bus Rapid Transit (BRT) como falsa solução para o transporte público e os diversos tipos de violência sofridos pela mulher. Em especial, a intervenção sobre essa última temática foi organizada pelo Núcleo Setorial de Mulheres do PSOL Feira – que já se articula para uma nova intervenção na cidade, no dia 25 de julho, em comemoração ao dia da mulher negra, latino americana e caribenha. Assim, este ano, as mulheres do PSOL, em meio às milhares de pessoas que traziam suas mais diversas expressões de protesto, ergueram suas bandeiras com maquiagens corporais (colaboração de Camila Gomes, pintora facial) e cartazes que caracterizavam a violência sofrida a cada dia devido ao machismo e o sexismo ainda muito presentes na sociedade: “Parto com acompanhante é direito da gestante”, “Meu corpo, minhas regras”, “Não me cure, eu defino meu gênero, me respeite”, “Não há vida digna para as mulheres com violência e sem direitos”.


Ascom PSOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário