24 de mai de 2015

PSOL DE FEIRA DISCUTIRÁ EM DEBATE VIRTUAL OS IMPACTOS DAS TERCEIRIZAÇÕES E DO AJUSTE FISCAL SOBRE A CLASSE TRABALHADORA

Embora ainda longe de terminar, 2015 já entrou para a história como um ano de ataques aos direitos das trabalhadoras e trabalhadores brasileiros. Utilizando a conjuntura econômica como justificativa, governo e Congresso Nacional empurram “goela abaixo” da população uma série de medidas desfavoráveis à classe trabalhadora, transferindo para nós o ônus de pagar pela crise.

As ações mais exemplares desse tipo de estratégia são o Projeto de Lei 4330/2004, que amplia a chamada “terceirização”, e as Medidas Provisórias 664 e 665, que modificam as regras de acesso a benefícios previdenciários como abono salarial, seguro desemprego, auxílio doença, e pensões.

Sob o discurso da dificuldade orçamentária, os governos (da esfera federal à municipal) cortam gastos para fazer “caixa” e pagar os juros da dívida pública, que tem consumido por ano, em média, mais de 40% do orçamento do Estado brasileiro. O contraditório é que, em meio a esse cenário de crise, os bancos, por exemplo, continuam ultrapassando recordes de faturamento e enriquecendo seus proprietários. A economia no investimento público em direitos tem servido, assim, para viabilizar o repasse para o mercado financeiro dos recursos que deveriam ser utilizados em benefício da população.

Nesse cenário, nos perguntamos: crise para quem? Por que as trabalhadoras e trabalhadores acabam pagando a conta?

No sentido de contribuir para o debate dessas e de outras questões ligadas à recente onda de retirada de direitos da classe trabalhadora, o PSOL de Feira de Santana promoverá, no próximo dia 30 de maio, às 15h, um Bate-Papo Virtual com o tema “Terceirizações, Ajuste Fiscal e os Impactos sobre os Direitos da Classe Trabalhadora”.


Acompanhe através das páginas do PSOL de Feira de Santana no Youtube, Facebook e Twitter.




Nenhum comentário:

Postar um comentário