1 de jun de 2015

PSOL DE FEIRA REALIZA DEBATE VIRTUAL SOBRE A LEI DAS TERCEIRIZAÇÕES E O AJUSTE FISCAL PROPOSTO PELO GOVERNO

Motivado pelas possibilidades abertas pelas novas ferramentas de comunicação, mais democráticas que os meios tradicionais, o PSOL de Feira promoveu mais um Bate-papo Virtual no último dia 30 de maio debatendo, desta vez, “Terceirizações, ajuste fiscal e os impactos sobre os direitos da Classe Trabalhadora”. O debate, transmitido ao vivo na internet, ainda pode ser assistido na íntegra acessando o link migre.me/q5NXt. Participaram como debatedores Jhonatas Monteiro, que é professor de história e militante do PSOL, e, como convidada, Larissa Penelu, professora do Departamento de Ciências Humanas e Filosofia – DCHF da UEFS. Além da exposição inicial de Jhonatas e Larissa, o formato da atividade permitiu a intervenção dos internautas, que puderam enviar seus comentários ou questionamentos.

Em sua exposição, Larissa destacou que, embora anunciados no início do segundo mandato da presidenta Dilma, os ajustes são cobrados há algum tempo pela maioria conservadora que já compunha o Congresso e representam os interesses do grande capital, dos bancos e do FMI, além de rebater o argumento segundo o qual as terceirizações modernizariam as relações de trabalho, defendendo que esse tipo de padrão internacional não é benéfico para o nosso país. Por sua vez, Jhonatas destacou que a recente ofensiva do empresariado do país sobre os direitos dos trabalhadores é reflexo do momento histórico de crise do capitalismo mundial e que dentre estratégias adotadas pelos investidores para elevar seus lucros está a sobre-exploração da classe trabalhadora. Destacou ainda que mais de 40% do orçamento federal de 2014 foi gasto com juros e amortizações da dívida, enquanto os gastos com saúde e educação não chegaram a 4%, embora, de forma contraditória, sejam essas as áreas mais impactadas pelos cortes orçamentários.

Acesse e assista o debate: migre.me/q5NXt


Ascom PSOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário