4 de ago de 2016

PSOL LANÇA JHONATAS MONTEIRO E FERNANDO BARBOSA PARA GOVERNAR FEIRA



O PSOL de Feira de Santana realizou na noite de ontem (03), no Colégio Estadual Agostinho Fróes da Mota, a sua Convenção Eleitoral para o pleito de 2016. Além de filiadas e filiados, apoiadores e simpatizantes também estiveram presentes no evento que foi aberto à comunidade. Na oportunidade, o PSOL homologou sua política de alianças, chapa de candidatas a vereadoras e vereadores, assim como a chapa de candidatos a prefeito e vice-prefeito.

A Convenção anunciou a opção partidária pela não realização de coligações para a eleição de 2016. Entretanto, foi reafirmada a realização de alianças sociais com todos os setores da população feirense que têm atuado lado a lado com o PSOL nos diversos enfrentamentos realizados no município ao longo dos últimos anos. Na oportunidade, formalizaram seu importante apoio às candidaturas do PSOL os coletivos de militantes do Partido Comunista Brasileiro (PCB) e do Movimento por uma Alternativa Independente e Socialista (MAIS).

Foram apresentados ainda os seis nomes que comporão a chapa que disputará a eleição como candidatos e candidatas a vereadoras: Cléo Emídio, Edicarlos Ribeiro, João Antonio, Lorena Aguiar, Natalice Barbosa e Sandro Coutinho. O objetivo expresso é a eleição de parlamentares que realmente atuem em defesa do interesse público e, em especial, combatam o conservadorismo que tem marcado a Câmara Municipal.

Jhonatas Monteiro, que ficou conhecido como o “Rasta”, voltará a disputar o cargo de prefeito de Feira. É a segunda vez que o historiador e professor Jhonatas concorre ao governo municipal – na primeira vez, em 2012, ficou em terceiro lugar obtendo mais de 27 mil votos e sendo o destaque político do processo. O professor Fernando Barbosa, mais conhecido como “Tio Fê”, também comporá a chapa majoritária como candidato a vice-prefeito. Professor Fernando, com longa trajetória de militância na esquerda, atuou junto a movimentos de trabalhadoras e trabalhadores rurais, e é a primeira vez que participa de um processo eleitoral na condição de candidato.

Passada a Convenção, o PSOL reforça a partir de agora a atualização de seu programa de governo e os preparativos para fazer uma campanha colaborativa que enfrente a velha política que tem dominado o município. O documento de quase 50 páginas com propostas para gestão do município foi construído coletivamente, ouvindo diversos setores da comunidade feirense entre outubro de 2011 e junho de 2012, e está em atualização através de consulta virtual à população na plataforma www.quefeiraqueremos.com, bem como colaboração de especialistas.

Ascom PSOL Feira

Nenhum comentário:

Postar um comentário