12 de ago de 2016

QUE PLANO FEIRA TEM?



No próximo sábado (13), a partir das 15:30, no Colégio Intelecto, o PSOL realiza mais uma atividade aberta à comunidade para atualização do seu programa de governo para Feira de Santana. A atividade é uma reflexão “panorâmica” sobre os vários planos em tramitação no município, integrada ao processo de coleta de propostas aberto à população através da Plataforma Colaborativa www.quefeiraqueremos.com e também da colaboração direta de especialistas e militantes em diversas áreas da realidade feirense.

Para essa discussão, o PSOL convidou pessoas com envolvimento direto nessas temáticas e com grande capacidade de discutir soluções para o município: Elsimar Pondé, radiojornalista, Conselheiro Municipal de Cultura - Cadeira de Audiovisual e integrante do Feira Coletivo Cultural; Lívia Alves, geógrafa e mestranda em Planejamento Territorial (UEFS); Mateus Mônaco, inspetor do CREA-BA e coordenador do Pedala Feira; e Sara Nascimento, assistente social da Cooperativa dos Badameiros de Feira de Santana (COOBAFS). Além de contribuir para o trabalho da Comissão de Sistematização Programática, esse diálogo tem como proposta promover mais acesso a informações omitidas pelo poder público municipal e também a reflexão sobre os desafios do próximo governo feirense.

Como o crescimento feirense não promoveu a melhoria das condições de vida da maioria da população em sua diversidade, intensificaram-se nos últimos anos as manifestações da sociedade civil pelo efetivo planejamento do município. Tanto pelo descompromisso do grupo político há mais de quinze anos no governo municipal quanto pelas reivindicações de diversos setores sociais e políticos como o PSOL, o rumo de Feira nunca foi tão discutido a partir da necessidade de planejamento democrático e popular do seu futuro. Por isso mesmo, a realidade feirense recente foi marcada pelas cobranças pelo Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano e pelo Plano de Mobilidade, as mobilizações em torno dos Planos Municipais de Educação e de Cultura, mas também a movimentação mais discreta em torno da obrigatoriedade legal do Plano de Resíduos Sólidos.

Com a reflexão sobre esse cenário do planejamento público em Feira, o PSOL continua a atualização de seu programa de governo. O documento de quase 50 páginas com propostas para gestão do município foi construído coletivamente, ouvindo diversos setores da comunidade feirense entre outubro de 2011 e junho de 2012, e está em atualização para ser apresentado à população durante o processo eleitoral.

Ascom PSOL Feira

Nenhum comentário:

Postar um comentário