12 de mar de 2011

Manifestantes visitam a residência de Kassab exigindo audiência para reverter aumento da tarifa de transporte público


Nesta quinta-feira, 10, manifestantes da frente contra o aumento da passagem fizeram uma visita ao prédio em que mora o prefeito Gilberto Kassab (provisoriamente no DEM) no Itaim Bibi, zona sul da capital. Durante o ato, um boneco simbolizando Kassab foi queimado. Este foi o oitavo ato contra o reajuste da tarefa dos ônibus paulistas que subiu no dia 5 de janeiro de R$ 2,70 para R$ 3,00, um reajuste de 11% contra uma inflação de 5,6% no período. Os manifestantes pedem a abertura de negociação com o prefeito.

Em seu discursos durante o ato, a estudante Maiara Vivian, lembrou do recente encontro de Kassab com manifestantes contra o aumento da passagem em sua viagem à França: “Não importa onde você for, nós vamos estar atrás de você para barrar esse aumento”. Ela ainda não completou, “Se a tarifa não baixar, a cidade vai parar toda quinta-feira”.

Após queimarem o boneco representando Kassab, os manifestantes seguiram até o cruzamento das avenidas Brigadeiro Faria Lima e Engenheiro Rebouças, onde permaneceram por quase 10 minutos sentados. Ao final do ato, cerca de 400 manifestantes entraram nos ônibus e, como forma de protesto, pularam as catracas para não pagar a tarifa.

Próximo ato
Na próxima quinta-feira, 19/3, continuam as manifestações. A concentração e se inicia às 17h e será novamente no centro de São Paulo, em frente do Teatro Municipal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário