30 de jun de 2011

Carta aberta do Grupo OUSAR sobre a eleição de delegados para o CONUNE


Carta sobre a eleição de delegados para o CONUNE
Após sermos citados em alguns documentos distribuídos recentemente na UEFS, nós nos sentimos no dever de esclarecer os estudantes desta instituição sobre a situação do movimento estudantil estadual assim como nossa participação, além de explicar o porquê que o grupo Ousar se recusa a construir a UNE (União Nacional dos Estudantes), mas que apesar disso não nos retiramos da luta.
Primeiro devemos falar da entidade em questão. Apesar da história que se conta sobre a UNE, infelizmente a realidade atual não condiz com o seu passado de luta. Devido a uma série de golpes e insistente esforço em despolitizar as bases estudantis, hoje a UJS/PCdoB aparelha a União Nacional dos Estudantes, fazendo dela um espaço de desgaste político para as forças que a disputa, além de um espaço de barganha de cargos políticos que nós nos recusamos a compartilhar.
Mas para ficar mais claro àqueles que lêem este documento, explicaremos nossas afirmações a partir dos acontecidos no Movimento Estudantil da Bahia durante o período de greve, que por sinal não foi só dos professores.
Durante a greve o grupo Ousar compôs uma articulação estadual que lutou e permanece lutando contra os ataques do governo estadual contra as Universidades Públicas Baianas. Desde o início da greve os estudantes das quatro estaduais (UEFS, UNEB, UESC, UESB) tem se reunido em Fórum Estadual Estudantil , cujo primeiro ocorreu aqui na UEFS e o último, no final de Semana antes do São João, na UESC.
Nesse fórum vem se reunindo o grupo de estudantes que garantiram a principal ação dos movimentos durante a greve. A ocupação da Assembléia Legislativa do Estado teve sucesso, principalmente, devido à presença desses estudantes, que pressionaram o governo durante quase uma semana. Enquanto isso as forças que defendem a UNE estiveram ausentes, por exemplo, os DCE’s da UNEB (PT), UESC (majoritária UJS/PCdoB) e um grupo da UJS da UESB, agora após os professores saírem da greve, querem ocupar as cadeiras de negociação com o governo do estado que nós conseguimos por nossa atuação. Um golpe! Como se não bastasse, tentam evitar nossa organização, como ocorreu no último fórum na UESC, onde junto com o Reitor, a UJS/PCdoB tentou de todas as formas boicotar o evento, porém as ações não foram suficientes ele ocorreu sem mais problemas.
São essas práticas que nos levaram a abandonar a UNE, e é por isso que há muito não puxamos eleição para delegado da entidade. É só observar o nível de politização da eleição que o Movimento Levante organizou aqui na UEFS e irão perceber que nada mais é que uma tentativa alcançar cargos políticos à custa da deterioração do Movimento Estudantil.
Esperamos então que reflitam e procurem saber sobre o que dissemos, para assim avaliar o que significou essa eleição. Mas enquanto isso nós estaremos lutando e convidamos todos os estudantes a se juntar a nós e, para melhor informar nossa base, estaremos realizando junto a outros estudantes o Seminário de Apresentação da Articulação Estadual dos estudantes que ocorrerá na UEFS. Compareçam e debatam com agente nossas pautas e formas de atuação.

Grupo OUSAR – UEFS
Feira de Santana - Bahia

Contato: e-mail - ousaruefs@hotmail.com / Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário