14 de mar de 2013

JHONATAS APÓIA MOVIMENTO CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DO HGCA



Ontem (13), pela manhã, aconteceu uma Audiência Pública sobre a chamada “publicização” do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), no espaço CDL. Compuseram a mesa o secretário estadual de saúde Jorge Solla, os deputados José de Arimatéia, Carlos Geilson, José Neto, a deputada Graça Pimenta, representantes do SINDISAÚDE, do SINDIMED e do Sindicato dos Enfermeiros, dentre outros. Jhonatas Monteiro, representando o PSOL, esteve presente na Audiência e contribuiu com o debate quando este foi aberto à platéia. Para Jhonatas, não houve nem mesmo condução democrática do processo de privatização da gestão do HGCA proposto pelo governo do estado, uma vez que o edital que anunciou a “publicização” foi lançado antes de qualquer diálogo com os trabalhadores do hospital e com a sociedade. Para Jhonatas, o próprio secretário Jorge Solla se preocupou mais em expor longamente os supostos investimentos estaduais na saúde de Feira do que em apresentar realmente qualquer justificativa técnica, a partir de um estudo de impacto, da mudança na modalidade de gestão do HGCA. Em especial, Jhonatas enfatizou que há ampla contestação à idéia que administrar um hospital através de Organização Social (OS), como quer o governo, é melhor para a sociedade e, para tanto, lembrou os dados de estudo realizado pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo que evidenciam que as OSs ampliam a desigualdade salarial entre trabalhadores, gastam mais e não conseguem melhorar os indicadores de saúde, como, por exemplo, o de mortalidade ou reduzir o tempo que o paciente fica sozinho no leito. Para Jhonatas o processo de privatização de hospitais públicos pelo governo federal e estadual tem sido ainda mais arbitrário porque, além de todos os outros problemas, desconsidera até mesmo o próprio Conselho Nacional de Saúde (CNS), já que desde 2005 o CNS é contrário a qualquer tipo de privatização da gestão da saúde, inclusive através das OSs. Com base nessa argumentação, Jhonatas reafirmou a sua posição contra a privatização do HGCA e se solidarizou com a luta dos trabalhadores e trabalhadoras do Hospital contra esse retrocesso.

Ascom PSOL

Um comentário:

  1. Quando pensam em privatização de um Hospital como esse,não levam em consideração o verdadeira necessidade da população que dependem dos serviços de saúde,se preocupam primeiro em seus interesses políticos e onde deveriam haver melhorias infelizmente ocorre retrocessos.

    ResponderExcluir