19 de dez de 2013

JHONATAS PALESTRA SOBRE CONSCIÊNCIA NEGRA NA ESCOLA JOÃO MARINHO FALCÃO

Como parte do encerramento do projeto escolar “África – uma história que precisa ser contada”, desenvolvido pela professora Vívian Nery junto aos alunos do 5º ano, Jhonatas Monteiro (PSOL) esteve na Escola Municipal João Marinho Falcão, no bairro Olhos D’Água, no dia 25 de novembro. Na oportunidade ocorreu interessante apresentação da produção estudantil ao longo do ano: máscaras, pinturas e leituras ligadas ao projeto. Por sua vez, Jhonatas fez uma palestra sobre “Racismo e consciência negra”, abordando de início as “brincadeiras” do dia a dia que são reveladoras das fortes desigualdades raciais do Brasil atual. Em seguida, citou personalidades negras da história brasileira e feirense, como Aloísio Resende, cujo desconhecimento contribui para a baixa estima do estudante negro. Em contrapartida, relatando essa desvalorização na época em que era estudante da Educação Básica, Jhonatas apontou ainda como a pressão do movimento negro em torno da real implantação da Lei 10.639, de 2003, tem contribuído para que mais escolas ensinem aspectos da história e cultura afro-brasileira. Jhonatas também respondeu a várias perguntas sobre pontos diversos ligados ao assunto: sobre a não aceitação da figura de Lucas da Feira, como funcionavam os quilombos, a forma como a TV retrata a população negra, se já havia sofrido situações de discriminação racial, dentre outras.


Ascom PSOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário